Vida que preserva vida

Quando uma pessoa extremamente espiritual vive entre nós, nem sempre temos noção da importância que ela exerce em nossa vida, família e até no nosso país. Admiramos seu modo de viver, sua comunhão com o Senhor e a sua dedicação na obra de Deus, mas pouco enxergamos, ou pouco entendemos, que talvez tenhamos sido livrados de muitos males por causa da presença e influência espiritual daquela pessoa. A verdade não é somente que somos influenciados pelo bom exemplo que uma pessoa espiritual nos dá; a verdade é que há ocasiões em que Deus nos poupa de prejuízos por causa daquela pessoa espiritual.

Há muitos exemplos disso espalhados pelas Escrituras, mas quero citar dois homens que tiveram papel fundamental de preservação na ocasião quando as cidades de Sodoma e Gomorra eram destruídas. Veja o que diz Gênesis 19:18-23, 29.

A) Ló preserva uma cidade (vs. 18-23)
Um pouco antes de começar a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra, os anjos que se hospedaram na casa de Ló mandaram que ele e sua família saíssem da cidade. Ló, porém, temeu fugir para o monte que os anjos o mandaram ir, e pediu permissão para fugir à uma pequena cidade que ficava ali perto. Os anjos, então, o permitiram e prometeram que aquela cidade não seria destruída.

Este detalhe se torna mais impressionante quando lembramos que não foram somente as cidades de Sodoma e Gomorra que foram destruídas. Estas eram as principais, mas outras cidades também foram destruídas com elas (repare as “cidades vizinhas” em Jr 49:18; 50:40; Jd v. 7). As pequenas cidades ao redor de Sodoma e Gomorra também sofreram com o inevitável juízo que aconteceu, mas a pequena cidade para onde Ló foi autorizado a se esconder foi preservada. Por quê? Porque Ló estava lá!

B) Abraão preserva Ló (v. 29)
Um dia antes da destruição de Sodoma, Gomorra e outras cidades vizinhas, Abraão foi avisado por Deus que este juízo aconteceria. Ele, então, pensando em seu sobrinho que habitava em Sodoma, começou a orar a Deus, pedindo pela preservação da cidade caso houvesse um número considerável de justos nela (Gn 18:23-33). No dia seguinte, quando a destruição começou, e Ló já estava na pequena cidade para onde foi se abrigar, “lembrou-se Deus de Abraão, e tirou a Ló do meio da destruição”. É impressionante este fato. Deus tirou Ló do meio da destruição por causa de Abraão!

Uma cidade foi preservada por causa da presença de Ló, e Ló foi preservado por causa das orações de Abraão. Pensando nestes exemplos, será exagero dizer que a vida e as orações de homens espirituais podem preservam muita gente?

Talvez uma família esteja à beira da decadência moral e desestabilidade emocional, mas pela presença e orações de alguém espiritual, Deus pode mudar a situação e preservar a família. Talvez falte pouco para uma igreja fechar as portas do salão e deixar de existir, mas pela presença e orações de um membro espiritual, o Senhor pode salvar outras pessoas e manter fiel o testemunho daquela igreja. Talvez uma grande calamidade pública esteja a caminho de uma cidade, mas pela presença e orações de um cidadão espiritual, o Senhor pode desviar os males que teriam destruído a cidade.

É grande a importância de uma vida espiritual em nossa vida. É grande a importância da nossa vida espiritual em outras vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *