Eu Sou – Suficiência

Um dos textos mais bem conhecidos do Novo Testamento é João capítulo 4. Em pouco espaço, a vida, os anseios e as necessidades da mulher samaritana foram expostos e satisfeitos. Mais do que isto, porém, encontramos neste contexto mais uma das ocorrências de “Eu Sou”. “Jesus disse-lhe: Eu o Sou, Eu que falo contigo” (v. 26). Neste versículo, o artigo “o” não consta no texto (grego). O Senhor está literalmente dizendo: “Eu Sou”, um título usado por Jeová no Velho Testamento. A vida da mulher samaritana foi exposta em três áreas aqui. Para cada uma delas, o Senhor mostrou-Se suficiente.

a)Conversão – sua falha física. A mulher foi até o poço para tirar água, mas ela precisava de uma água diferente. Não era só sua sede física que precisava ser saciada; mais urgentemente sua sede pela vida eterna precisava ser solucionada. E o Senhor podia saciar (vs. 7-14).

b)Companheirismo – sua falha emocional. A mulher tivera cinco maridos e, naquela ocasião, estava vivendo com alguém que não era seu marido. Sua necessidade por companheirismo era evidente. Mas os seis homens que fizeram parte da sua vida até então não puderam satisfazer sua carência emocional (vs. 16-18). Só um Homem podia saciar sua carência sem precisar recorrer a atos físicos – o Senhor.

c)Conhecimento – sua falha espiritual. Durante muitos anos aquela mulher, e muitos outros em Samaria, esperaram por alguém que lhes ensinasse todas as coisas (vs. 19-25). Ela precisava de conhecimento sobre as coisas espirituais. Mas nenhum dos sábios da sua época pode dar tamanho entendimento. Mas ali estava Um que podia. A mulher sabia que suas necessidades físicas, emocionais e espirituais seriam todas satisfeitas quando o Messias viesse. Como ela deve ter ficado surpresa, porém, quando Ele disse: “Eu Sou”. Aquele Homem era o Messias prometido por Jeová!

Não importa qual área da vida você e eu estejamos mais carentes. Há um que pode satisfazê-la. Não importa se muitos já tentaram ser ajudadores e falharam. Só há Um que pode dizer “Eu Sou”. Não é alguma coisa material, como água, o de que precisamos. Não é trocar de companheiro (e pecar cometendo adultério). Não é buscar uma religião mais atraente. Se há
alguma carência, o “Eu Sou” é suficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *